terça-feira, 18 de dezembro de 2012



"E era por isso que ela gostava daqueles abraços. Os apertados. Porque era ali. Era ali que ela encontrava tudo o que havia de mais bonito."

terça-feira, 20 de novembro de 2012




"Cadê o amor, cadê?
Sinto que ele vai chegar
Posso morrer de amor
Ou por amor calar
O meu amor só crê
Nas visões que o amor me dá
Se uniu dois corações
Não vai mais separar"


Trecho da linda música: Dois Corações da Nana Caymmi.

sábado, 17 de novembro de 2012



Coração, mas o senhor não aprende mesmo!!
Podia apenas conforma-se em cumpri sua função. Mas não, preferes ficar aí aprontando entre um e outro bombeamento de sangue... teimando em sonhar com esse tal de amor.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012




Um Feliz Dia das Crianças para você que é jovem/criança ainda (ao menos no coração). O corpo pode até envelhecer (o que é um ciclo natural da vida)... Mas não podemos nunca permitir que os anos e as durezas que tantas vezes vivenciamos nesse mundo nos tire o desejo de sonhar e o sorriso que existia quando eramos pequeninos. Aquela alegria de brincar na chuva, de chupar soverte e se lambuzar inteiro, de brincar na rua com os amigos e chegar em casa todos sujos, de subir em árvores e se senti um grande desbravador/ alpinista, etc... falo dessas alegrias que encontrávamos nas coisas simples e nos detalhes. Que sejamos uma uma eterna criança no coração e na alma. 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012


"Desconsidera o que passou. Põe teu olhar no que será." 


"Há esperanças que é loucura ter. Pois eu digo-te que se não fossem essas já eu teria desistido da vida." 


Eu ainda tenho esperança... é a esperança que ainda me faz ter o brilho nos olhos.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012





Não ando muito bem... a vida está muito pesada e eu me sinto muito cansada dessas lutas diárias. Rezando e pedindo ao meu Paizinho do Céu para que Agosto passe depressa e que leve com ele essas dores.


domingo, 19 de agosto de 2012


"Ás vezes, criamos pessoas em nossas mentes, construímos sonhos em cima de palavras, que o vento leva. Mas quem é o culpado? Quem fala ou quem ouve? Ou será que não existe culpado? Nessa vida louca, quando pensamos que nossa vida está calma, acontece um maremoto, e tudo vai a deriva. Não há culpados, é só a vida se materializando, são os encontros e desencontros. Temos que aceitar quando um tripulante resolve sair antes do término da viajem, sem dizer adeus, sem dizer sequer uma palavra, é difícil. Mas, cada um faz o que pensa ser o melhor. O que é nosso nunca se vai, por mais que queira, sempre estará presente. Se for, na hora certa voltará, e se não voltar, é porque não era nosso. Melhor assim. Doer, dói, mas somente uma vez. E nada melhor que o tempo para mostrar nos o melhor caminho. E isso não é frieza, é maturidade. Nada dura para sempre, nem as dores, nem as alegrias. Tudo na vida é um aprendizado, tudo na vida se supera…"

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

 

Acho tão bonito casais que duram. Não importa o tempo, o que vale é a intensidade. Querer estar junto vale muito mais do que estar junto há 20 e tantos anos só por comodidade. Sei que estou falando obviedades, mas hoje vi um casal de velhinhos na rua. Acho que o amor, quando é amor, tem lá suas dores bonitas. A gente vê uma cena e o coração fica emocionado. Nos dias de hoje, com tanta tecnologia, com tanta correria, com tanta falta de tempo, com tanto olho no próprio umbigo e nos próprios problemas, com tanta disputa pelo poder, pelo dinheiro, por ter mais e mais, sei lá, acho bonito ver um casal de velhinhos na rua. A mão, enrugadinha, segura a outra mão. A outra mão, por sua vez, segura uma bengala. Falta equilíbrio, sobra experiência. Falta a juventudade, sobra história para contar. Falta uma pele lisa, sobram marcas de expressão que contam segredos. Envelhecer não é feio. Em tempos de botox, a gente devia olhar um pouco para dentro. De si. Do outro. Do amor.



Quero uma dose de paz.
E de amor.
E de felicidade.
E de sonho realizado.

sábado, 28 de julho de 2012

Sorri - Djavan

     

Sorri
Quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri
Quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doridos
Sorri
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz. 

(Djavan)

sábado, 19 de maio de 2012

 

" E inesperadamente, tudo ficou mais lindo, mais suave, mais intenso... Desde que você, tocou meu coração..."

 

"Chegue bem perto de mim. Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa. Ou não diga nada, mas chegue mais perto. Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira, virar nada. Daqui há pouco você vai crescer e achar tudo isso ridículo. Antes que tudo se perca, enquanto ainda posso dizer sim, por favor, chegue mais perto."

 

"Trago lágrimas, sorrisos, histórias, abraços... trago momentos felizes, momentos de decepção. Carrego pessoas, amores e desamores, amigos e inimigos, desafetos, paixões... Não sou um livro aberto, mas também não tão fechado que você não consiga abrir, basta ter jeito, saber tocar as páginas, uma a uma, e descobrirá de que papel é feito cada uma delas."

 

"Como pode? Duas pessoas tão diferentes se amarem a ponto de não conseguirem desviar os pensamentos um do outro? Certo dia me perguntaram: Porque você se apaixonou? Eu respondi: Não sei… E talvez continue não sabendo. Eu simplesmente amo, acordo e vou dormir com ela nos meus pensamentos."


"Não importa quantas moedas você joga na fonte, ou o número de dedos que você cruza, se não é pra ser, não vai ser."

 


"Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar."


sexta-feira, 18 de maio de 2012

quarta-feira, 9 de maio de 2012



"Ah, e eu estou te esperando, meu  coração pulsando forte,
e a vontade  de te abraçar até sentir o mundo girar apenas para nós.
É... eu gosto muito de ti."


"Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu.

 Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras."



"Sorrir não mata. Viver não dói. Abraçar não arde. Beijar não fere. Rir não machuca. Você não tem motivos para não tentar ser feliz."

domingo, 29 de abril de 2012

 "Dizem que quando o eu te amo é muito dito ele não vira mais um eu te amo, passa a ser um bom dia ou um oi, tudo bem? Isso me preocupou, logo que eu soube, porque a gente diz muito e sempre. Eu te amo, eu te amo, eu te amo. É que amores grandes assim não cabem dentro do peito, precisam de espaço. Saem pela boca, dedos, olhos. E quer saber? Quem diz isso não deve amar assim não. Porque quando a gente ama não se guarda."

"O amor é bonito, sim. É aprendizado, é luta diária, é glória, é superação, é vontade, é cumplicidade, intimidade, amizade. E acima de tudo o amor precisa ser paciente. Muito paciente. Tem que entender que tudo tem sua hora. Que às vezes a distância dói, machuca e lateja."

"Eu sei que sou pesada, triste, dramática, neurótica, louca, insatisfeita, mimada, carente. Mas você se esqueceu da minha maior qualidade: eu sou só."


"Meu coração é meio bobo. Me chame de princesa, que eu derreto. Me chame de pequena, que eu me apaixono. Me chama de querida, que eu adoro. Me chama de anjo, que eu cuidarei de você como um. Me chama de doce, e adoçarei a sua vida. Me chame de amor, e eu vou te amar. Me chame de linda, que eu tentarei fazer da sua vida mais bonita. Me chama de sua Julieta, e você será meu Romeu. Me chama de bebe, e eu deixarei que você cuide de mim. Mas me chame de minha, e eu serei somente sua."

sexta-feira, 20 de abril de 2012


  “ E existem aquelas pessoas que por mais distantes que estejam, ainda continuam perto. Aquelas que, passe o tempo que passar, serão sempre lembradas por algo que fizeram, falaram, mostraram, pelo que nos fizeram sentir. É isso… As pessoas são lembradas pelos sentimentos que despertaram em nós… E quanto maior o sentimento, maior se torna a pessoa.”


quinta-feira, 19 de abril de 2012

domingo, 15 de abril de 2012


 

Tomara que essa distância passe a ser aproximação. Porque a cada dia a saudade tem aumentado... Existem momentos eu que fecho os olhos e consigo até senti o teu cheiro e o teu abraço.

sábado, 14 de abril de 2012


Essa vida viu, Zé. Pode ser boa que é uma coisa. Já chorei muito, já doeu muito esse coração. Mas agora tô, ó, tá vendo? De pedra. Nem pena do mundo eu consigo mais sentir. Minha pureza era linda, Zé, mas ninguém entendia ela, ninguém acolhia ela. Todo mundo só abusava dela. Agora ninguém mais abusa da minha alma pelo simples fato de que eu não tenho mais alma nenhuma. Já era, Zé. É isso que chamam de ser esperto? Nossa, então eu sou uma ninja. Bate aqui no meu peito, Zé? Sentiu o barulho de granito? Quebrou o braço, Zé? Desculpa!"

sexta-feira, 13 de abril de 2012


Tem gente que acredita que ser magra, ter muitos amigos e não faltar nada material ás tornariam felizes... Pois sinto informá-las que não é bem assim. Nada disso faz ninguém feliz. Porque mesmo se fizesse eu era extremamente faliz! A felicidade é algo muito além disso tudo... está nos detalhes. Está naquele carinho sem pretenção, naquele olhar sincero e naquelas palavras que nos faz senti que somos amados. Sinceramente devo admiti que ainda não senti essa felicidade que nos enchem os olhos e o coração de alegria...

quarta-feira, 11 de abril de 2012

 

Só me fala que vai me aturar. Aturar todas as minhas crises de ciúmes, meus momentos - não tão raros - sem paciência, as minhas desconfianças e meus surtos de insegurança. Aturar meus dramas, minhas teimosias, minha arrogância, minhas piadas sem graça e o meu não-romantismo. Aturar todos os meus tipos de provocação, meu amor por outras pessoas, minhas mudanças inconstantes de humor e de temperamento. Aturar minha mente confusa, minha memória irritante, minha sinceridade exagerada. Aturar quando eu falar que te amo mais e também quando eu não falar que te amo. Aturar e segurar tudo não por mim, nem por você… Mas por nós.

"Somente  uma coisa me faria bem agora. Seria adormecer com a cabeça no seu colo, você me dizendo bobagenzinhas gostosas para eu esquecer a ruindade do mundo"

domingo, 8 de abril de 2012


"Fico besta com quem perde a compostura por não gostar de algo ou
alguém: É tão mais simples desconectar. Não ouça, não leia, não prestigie.
Dê atenção ao que tem sintonia com você. E toque sua vida, sem agredir."

sábado, 7 de abril de 2012


"Eu sou uma eterna apaixonada por palavras. Música. E pessoas inteiras. Não me importa seu sobrenome, onde você nasceu, quanto carrega no bolso. Pessoas vazias são chatas e me dão sono. Gosto de quem mete a cara, arrisca o verso, desafia a vida… Eu sou criança. E vou crescer assim. Gosto de abraçar apertado, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores."

"E mesmo assim é em você que eu penso, é de você que eu gosto, é pra você que eu volto sempre."



“É que sou o tipo de gente que todo mundo pensa que conhece. Mas se enganam feio. Pouquíssima gente me desvenda. Mostro só o que quero.”


"Hoje, estou mais madura e um pouco mais serena. Entendi que não tenho que provar nada, nem ficar tentando agradar sendo quem não sou. Eu sou essa que você está vendo e, sim, tenho falhas. E, sim, sou pura emoção.”

sexta-feira, 6 de abril de 2012


"Quem disse que as noites são para o sono?"

 

"Não tenho paciência pra quem se faz de legal. Não tenho saco pra quem se faz de bonzinho. Não tenho estômago pra gente duas caras. Não tenho a menor vontade de estar perto de gente efusiva, que ri aqui e espeta no boneco de vudu ali."





"Sensível pra cacete, maldosa na mesma intensidade, feliz de andar cantando e depressiva de nunca achar que uma janela é só uma janela. E cheia de manias bem estranhas. Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?"





"Daí, penso também outra coisa de gente grande: não adianta muito você se enfeitar todo pra uma pessoa gostar mais de você. Porque, se ela gostar, vai gostar de qualquer jeito, do jeito que você é mesmo, sem brilhos falsos."


"Mas, à medida em que começamos a abrir o nosso coração, é inevitável não sentir que o gostinho bom de dar amor é tão saboroso quanto o de recebê-lo."


"Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo. Confesso, confesso, confesso. Confesso que agora só espero você."

 

"Exagerada toda a vida: minhas paixões são ardentes; minhas dores de cotovelo, de querer morrer; louca do tipo desvairada; brigueta de tô de mal pra sempre; durmo treze horas seguidas; meus amigos são semi-irmãos; meus amores são sempre eternos e meus dramas, mexicanos."

quarta-feira, 4 de abril de 2012


"Quando você encontrar a outra metade da sua alma, você vai entender porque todos os outros amores deixaram você ir. Quando você encontrar a pessoa que realmente merece o seu coração, você vai entender porque as coisas não funcionaram com todos os outros."


"Desculpem, sou antiga. Gosto de andar de mãos dadas. E mais do que beijos e amassos, quero amor e continuidade."


"Tenha paciência. Tudo aquilo que você deseja, se for verdadeiro, e o mais importante: Se for para ser seu, acontecerá."


" Reconheçamos o básico: Uma vida sem amigos é uma vida vazia."

"Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca na sua vida?"