terça-feira, 14 de setembro de 2010


"Que todo mundo tenha um amor quentinho. Descanso pro complicado do mundo. Surpresa pra rotina dos dias. A quem esperar. De quem sentir saudades. Um nome entre todos. O verso mais bonito. A música que não se esquece. O par pra toda dança. Por quem acordar. Com quem sonhar antes de dormir. Uma mão pra segurar, um ombro pra deitar, um abraço pra morar. Um tema pra toda história. Uma certeza pra toda dúvida. Janela acesa em noite escura. Cais onde aportar. Bonança, depois da tempestade. Uma vida costurar na sua, com o fio comprido do tempo."
(Briza Mulatinho)

“Cansada de tudo que começa. Hoje eu queria alguma coisa que continuasse.”

(Tati Bernardi)

“…tenho me sentido legal. Mas é um legal tão merecido, batalhado…”
(C.F.A)

"A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro achar sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.
O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nele havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.
Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa (a não ser que sejam pessoas que me amam), porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito."

(Pe. Fábio de Melo)


"Sonhei que você sonhava comigo. Ou foi o contrário? Seja como for, pouco importa: não me desperte, por favor, não te desperto."
(C.F.A in por trás da vidraça)


Eu quero ter certeza

E, depois que ouvi essa frase, todas as únicas certezas que eu tinha na vida foram pro ralo. Escorreram pelo meu rosto lavando o resto de alma que eu ainda tinha nele. Logo eu, que nunca tive sequer uma certeza na vida, preciso dar garantias pra alguém de algo que eu não faço a mínima idéia. Eu digo que amo, mas talvez eu não saiba o que é amor. Eu ouço juras de amor de gente que confunde os sentimentos. E me confunde.
Dizem que, quando a gente ama alguém, deve deixar livre. Então, realmente não sei amar. Não consigo dizer que amo e ficar longe. Não consigo gostar e não ter notícia. Não me dou bem com a distância. Não entendo relacionamentos abertos. Não admito traição. Não entendo quem gosta e não quer ficar junto. Não entendo quem diz que ama e não sabe se quer. Não entendo alguém que quer certezas sem apostar no relacionamento.
O dia que eu coloquei meu passarinho no dedo, levei ele pra rua e ele não quis ir embora, mesmo podendo voar, eu entendi o que é liberdade. É querer estar junto mesmo com milhares de outras possibilidades lá fora. É poder ir e querer ficar. É ter a chance de escolher. Liberdade é ter milhões de caras na sua cidade pelos quais você poderia se interessar mas você se enfia num aeroporto lotado pra atravessar o estado e ficar com quem você quer. Liberdade é poder falar que ama. Liberdade é poder falar do que não gosta. É saber conviver com a diferença e respeitar isso. É entender que ninguém é exatamente do jeito que você imaginou que fosse. É estar junto e fazer planos. É estar junto sem saber o que vai acontecer amanhã. É querer continuar mesmo que os planos dêem todos errados. Mesmo que você não tenha nenhuma certeza.
Vou seguir o que dizem e deixar livre. Vou seguir. Livre. Fazendo planos pra minha própria vida. Ou não. Vou simplesmente deixar que as coisas sigam seu curso natural. Livre. Que a vida continue. Que as incertezas passem. Que a paz reine. Que o amor renasça. Que possamos fazer escolhas certas e escolhas erradas. Que a tal liberdade sirva pra isso. Pra nos permitir viver errando, acertando, amando, descobrindo.
Eu nunca quero ter certeza de tudo na vida. Acho que amar é isso. Saber dar sem garantias. Sem exigir nada em troca. Arriscar, acreditando que vai dar certo. Sem olhar pra trás e se arrepender porque deu errado ou porque não era bem assim que você planejou. Acho que amar é a incondicionalidade. Não impor condições. Não ter prazo de validade. Não sei nada sobre amar, mas desconfio que não tem nada a ver com certezas.
(Brena Braz)


" Não é que pensei outra coisa de gente grande? Esta é assim: tudo que parece meio bobo é
sempre muito bonito, porque não tem complicação. Coisa simples é lindo. E existe muito
pouco. "
(C.F.A)


“Depois que descobri em mim mesma como é que se pensa, nunca mais pude acreditar no pensamento dos outros”.
C.L

segunda-feira, 26 de julho de 2010

"Hoje acordei cansada... mas, cansada de gente! Dessas pessoas fúteis e moralistas que julgam sem ao menos parar para analisar o assunto.
Cansada dos “donos” da verdade que acham que sabem de tudo, que estão sempre certo e por isso se acham no direito de opinar em nossas vidas. Que porre isso viu!
Cansada dessas amizades interesseiras que só nos procuram quando precisam de alguma coisa, que querem um ouvido paciente para ouvi-las, mais não conseguem parar para nos ouvir quando somos nós quem precisamos de colo. Cansada dessa cobrança diária, já é muito a cobrança que fazemos a nós mesmo, não precisava tem mais gente se metendo em nossas vidas. Acordei querendo férias, mais férias de pessoas!"

(Edleuza Gomes)

sábado, 17 de julho de 2010


Engraçado como eu não sei dizer o que eu quero fazer porque nada me parece mais divertido do que simplesmente estar fazendo. Ainda que a gente não esteja fazendo nada.

(Tati Bernardi)

quinta-feira, 17 de junho de 2010


"Meus olhos outros olhos nunca viram, não sentiram meus lábios outros lábios, nem outras mãos, que não as tuas."
(Gonçalves Dias)

sexta-feira, 11 de junho de 2010


"Juntas, unidas num estreito abraço, as nossas almas numa só serão..."

(Canto de Amor - Casimiro de Abreu)

quinta-feira, 10 de junho de 2010


"Se eu tivesse um mundo só meu, tudo seria sem sentido. Nada seria o que é, porque tudo seria o que não é. E ao contrário, o que é, não seria. E o que não seria, seria. Você vê?"

(Alice no país das maravilhas)