quinta-feira, 29 de março de 2012

 

 

"Ou é idiota ou é feio. E isso resume toda a vida existencial de uma mulher solteira."

“A prova de que estou recuperando a saúde mental. É que estou cada minuto mais permissiva: eu me permito mais liberdade e mais experiências. E aceito o acaso. Anseio pelo que ainda não experimentei. Maior espaço psíquico. Estou felizmente mais doida.”


 

"Pareço tão sensata, tão bem resolvida, tão madura. Quá! Tenho outra por dentro. Que vergonha."



"E quando eu peço proteção

Não é pra fugir do ladão

Nem pra me esconder na igreja

Eu quero é que Deus nos proteja

Das dores do coração."



"Odeio Circo. Aliás, odeio tudo que me
encanta e depois vai embora.”

segunda-feira, 26 de março de 2012


"Quem gosta tem consideração. Respeito. Carinho. Cuidado. Quem gosta quer ver o outro bem. E tranquilo. E dá apoio. Quem gosta não tem medo de se expor, nem receio de parecer bobo."

 

"Estou sentindo que ultimamente minha vida é pra dentro, me descobrindo, tentando encontrar algumas peças perdidas. Tem uma diferença entre estar sozinha e se sentir sozinha. No momento, me sinto. Sei que é só eu pegar o telefone e ligar para alguém da minha família ou algum amigo que eles virão, mas a questão não é essa. Mesmo com alguém junto isso não passaria. Acredito que existem fases, ciclos, começos, recomeços. E acho que estou bem no meio de um deles."


quarta-feira, 21 de março de 2012



"É quando chega a noite que as lembranças me atormentam... são tantos momentos eu não voltam mais. São tantos enganos, amores solitários, decepções seguidas de angustias que teimam em se repetirem. Aos longos dos anos tenho colecionado mais decepções do que alegrias. Não acredito que eu tenha sido feliz totalmente... acredito sim que eu tenha vivido uma alegria artificial gerada de falsas promessas, falsos amores, falsos sentimentos e falsas entregas"



(desabafo do dia 15/03/2012 ás 03:41 da madugada)

sexta-feira, 2 de março de 2012



"Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.
O essencial faz a vida valer a pena."


"Eu te escolhi.
Outros me olhavam, outros pareciam talvez até um pouco mais interessantes, 
mas eu escolhi você.
Que esquisito, eu já havia escolhido outros outras vezes.
Dessa vez tudo foi diferente, dessa vez não era tão simples assim, 
dessa vez havia um diferencial tão complexo: você me escolheu também."


"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que se não sente bem onde está, que tem saudades… sei lá de quê!"


"Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, e que faço falta quando não estou por perto."


“Alguns sentem vida, sentem beleza, sentem amor, com doses de conta-gotas. Eu, não: é uma chuvarada dentro de mim.”








"Me traz o seu sossego
Atrasa o meu relógio
Acalma a minha pressa
Me dá sua palavra
Sussurra em meu ouvido
Só o que me interessa."





“Eu gosto de pessoas inteligentes que enxergam o mundo com humor. Tem muitas pessoas em quem eu bato o olho e penso: deve ser legal ser amiga dele. É gente que não carrega o mundo nas costas, que fala olhando nos olhos, que não se leva tão a sério, que é franca na hora do sim e na hora do não. É difícil sacar as qualidades de uma pessoa sem antes conhecê-la, mas intuição existe pra isso. Tenho vários amigos que enriquecem minha vida e se encaixam no meu conceito de “pessoas especiais”, mas meu coração é espaçoso e está em condições de receber novos inquilinos.”

quinta-feira, 1 de março de 2012



"Me desculpe, mas eu não acredito no amor. Eu até queria acreditar, mas a vida vem me obrigando a fazer o contrário. Quando eu acreditei que seria sincero, acabei me deparando com o que costumo chamar de “decepção” ou “tapa na cara”. Sabe aquela escorregada que você precisa dar pra aprender a levantar? Então, é disso que estou falando. E tem sido assim. Não acredito no amor, não acredito nas pessoas, não acredito em mim. As pessoas não gostam de você pelo o que você é, elas gostam pelo o que você pode oferecer a elas. Costumam chamar de “desilusão” quando descobrem que o que queriam, você não pode dar e te descartam como objetos. Então, pergunto a mim mesma: o que move o mundo, o desejo de parecer ou o desejo de ter? Indago-me algumas vezes, percebo que sou incapaz de compreender. Ao menos sei que o que move o meu mundo é o desejo de ser, ser alguém que ama e acredita, confiante, que é amado. Mas, por enquanto, continua sendo apenas um desejo."


"Que as relações criadas sejam honestamente mantidas e seladas com abraços longos. E que seja doce tudo que tiver que ser."


"E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é difícil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso."

"E te cuida, por favor, te cuida bem. Não é porque estás longe que não te quero bem."