quarta-feira, 18 de janeiro de 2012



"Sinto uma falta absurda de você. Ficou um vazio que ninguém preenche. E penso e repenso e trepenso em você."

Nenhum comentário:

Postar um comentário